Conheça as melhores panelas para cozinhar

6

Quem já é experiente na cozinha sabe muito bem que as panelas são fundamentais para o preparo dos pratos. Além dos diferentes formatos, que determinam se as panelas são melhores para a fritura ou cozimento, por exemplo, existem diferentes materiais, que ajudam no preparo de receitas específicas e fazem bastante diferença na cozinha.

No entanto, nem todo mundo entende de panela, por isso, preparamos um guia básico para evitar que você use uma frigideira para cozinhar arroz ou frite um ovo em uma panela funda.

Aço inox ou cerâmica?

As panelas podem ser feitas de diversos materiais diferentes, como metais (aço inoxidável, cobre, alumínio, ferro), barro, cerâmica e vidro. Essas panelas trazem consigo uma gama de variações, entre vantagens e desvantagens, e é importante saber o que combina mais com sua receita.

As panelas de aço inox são conhecidas pela durabilidade e por não enferrujarem. São indicadas para cozidos, caldos, cozimentos de massas e preparo de molhos. Outra panela bastante tradicional é a de barro, que apesar de pesada, é ideal para o preparo de ensopados, incluindo a popular moqueca de peixe.

Para cozimentos longos, as panelas de cerâmica são a melhor opção, pois mantêm o calor por mais tempo. Já o preparo de arroz cozido é uma das principais utilizações para a panela de vidro, que é fácil de limpar e não pega cheiro ou sabor dos alimentos com os quais entra em contato.

Ainda existem as panelas de cobre e alumínio. A primeira é boa para fazer doces, caldas de açúcar e qualquer outro alimento cujo preparo precise de mais controle de temperatura. As de alumínio são excelentes para fazer arroz, frituras e ferver o leite.

Também é importante avaliar o fundo da panela, já que fundos muito finos esquentam muito rápido e podem acabar queimando sua receita. Prefira panelas com um fundo mais grosso, especialmente aquelas com múltiplas camadas para uma dissipação mais eficiente do calor.

O que são panelas antiaderentes?

Você já deve ter visto as panelas antiaderentes por aí e é possível que tenha alguma em casa. Essas panelas geralmente são metálicas por fora e revestidas internamente por um material que impede que a comida grude. Elas são extremamente práticas e de fácil limpeza, mas é preciso tomar cuidado com o uso de utensílios metálicos, que arranham o revestimento antiaderente e anulam essa função da panela.

Panela de pressão e frigideira

As frigideiras vem em diversos tamanhos, mas, essencialmente são rasas ou fundas. Quando precisar fritar batatas fritas, prefira uma panela mais funda, ideal para a fritura em imersão, ou seja, com o óleo quente envolvendo o alimento por completo. As frigideiras mais rasas, por outro lado, são ideais para frituras com pequenas quantidades de gordura, como no preparo de ovos fritos ou mexidos e bifes, por exemplo.

A panela de pressão, um desafio para cozinheiros de primeira viagem, exige cuidados para ser operada, mas é uma mão na roda para acelerar o cozimento de alguns alimentos, como feijão e algumas carnes. Para conseguir os melhores resultados, é importante medir o tempo de cozimento, preferencialmente em fogo médio ou baixo, assim que a panela começar a apitar. Na hora de retirar do fogo, é fundamental esperar a panela resfriar um pouco e, com cuidado, usar a válvula para reduzir a pressão antes de abrir.


Compartilhe com seus amigos:

Curtir Twittar Compartilhar pelo Linkedin Compartilhe Google+

Voltar